Arquivo da Categoria: Filmes de 2016

Crítica – Sono Mortal (2016)

O que é a Paralisia do Sono?   Um espírito maligno mata suas vítimas durante a corriqueira paralisia do sono. Dentre elas, duas irmãs gêmeas (Jocelin Donahue) que se recusam a dormir de medo.… Continuar lendo

Crítica – Exodus – De Onde Eu Vim Não Existe Mais (2016)

Refugiados ou invasores  alienígenas?  O documentário acompanha as jornadas de Napuli,Tarcha, Bruno, Dana, Nizar e Lahtow, refugiados de diferentes partes do mundo que tiveram de deixar suas casas por motivos como guerras e epidemias, buscando um porto… Continuar lendo

Crítica – O Acampamento (2016)

O melhor amigo na vida e na morte   Seria um filme ordinário sobre dois serial killers perseguindo uma família indefesa na floresta densa, não fosse pela narrativa fragmentada, não linear, e com… Continuar lendo

Critica – Bingo : O Rei das Manhãs (2016)

O lado negro do palhaço Bozo   Interpretar o maior palhaço da TV nos anos 80 significava, para Arlindo Barreto (Vladimir Brichta), estar de bom humor 12 horas por dia, revezando com dois… Continuar lendo

Crítica – Afterimage (2016)

Adeus ao rebelde por trás da Cortina de Ferro   Um dos poucos cineastas a criticar duramente os regimes comunistas nos deixou ano passado, aos 90 anos. Desde o nascimento, Andrzej Wajda aspirou… Continuar lendo

Crítica – O Reino Gelado: Fogo e Gelo (2016)

A vida imita a arte   O fim desta bela trilogia russa de animação começa com o casal de irmãos Kai e Gerda, idolatrados pelos trolls por terem derrotado a Rainha da Neve… Continuar lendo

Crítica – A Viagem de Fanny (2016)

Fanny e as meninas que enganaram nazistas   Depois de “Os Meninos Que Enganavam Nazistas”, que estreou semana passada, é a vez de um grupo de sete meninas francesas judias e um menino… Continuar lendo

Crítica – Gatos (2016)

Donos da rua e do Céu    Outrora capital do Império Romano do Oriente, o mesmo que mandou exterminar os gatos da Europa durante a Idade Média – deflagrando, mais tarde, a peste bubônica, já que não havia mais predadores… Continuar lendo

Crítica – Um Instante de Amor (2016)

Amor louco       A década de 1940 foi um período tenso de repressão às mulheres, sem qualquer liberdade sexual. A bela e solitária Gabriele (Marion Cotillard) vive em uma pequena vila no… Continuar lendo

Crítica – Uma Família de Dois (2016)

Um francês á brasileira para inglês ver   Omar Sy é o melhor e único ator europeu capaz de fazer os brasileiros rirem com seu humor caricato e universal. Em seu mais recente… Continuar lendo