Arquivo da Categoria: Críticas em 2017

Crítica – Moonlight – Sob a Luz do Luar (2016)

Orgulho de ser preto, pobre e homossexual  O longa indicado ao Oscar de Melhor Filme retrata a infância,pré-adolescência e juventude do menino negro, pobre, franzino e homossexual que tenta conquistar espaço na preconceituosa… Continuar lendo

Crítica – A Lei Da Noite (2016)

É impossível fazer tudo Ben Affleck quer ao mesmo tempo ser diretor, produtor, roteirista , protagonista e ainda ser o Batman e malhar todo dia.Esse desgaste tem provocado uma queda na direção dos… Continuar lendo

Crítica – A Grande Muralha (2016)

Filme Chines ou Americano? Do mesmo diretor de O Clã Das Adagas Voadoras e Herói, além da abertura das Olimpíadas de Pequim 2008, o longa retrata o início da mitológica civilização chinesa, de… Continuar lendo

Crítica – A Jovem Rainha (2016)

A rainha ideal rodeada de animais? Durante o século 17, a rainha Cristina(Malin Buska) está determinada a modernizar a Suécia. Criada como um príncipe sob rigorosa educação luterana, enfrenta grande resistência tanto em… Continuar lendo

Crítica – A Tartaruga Vermelha (2016)

Metamorfose Meryl Streep e as extraordinárias animações do Studio Ghibli (A Viagem de Chihiro), frequentemente ameaçado de fechar, são as únicas presenças garantidas na festa do Oscar. Sua 22ª animação é uma espécie… Continuar lendo

Crítica – Lion : Uma Jornada Para Casa( 2016)

Sozinho no mundo Longa baseado em história real e indicado ao Oscar de Melhor Filme sobre um menino de cinco anos que entra no trem errado e se perde da família há 1.600… Continuar lendo

Crítica- Um homem chamado Ove (2016)

Deixe-me morrer em paz Velho ranzinza e rabugento (Rolf Lassgård) administra um condomínio de forma pragmática, sem paciência para conviver com os condôminos, sobretudo após a morte da esposa (Ida Engvoll), o único… Continuar lendo

Crítica – John Wick – Um Novo Dia Para Matar (2016)

Nasce um mito no limiar do século 21 O personagem de Keanu Reeves (John Wick) é um ex-assassino que “nasceu” despretensioso e, graças a essa se-quência maravilhosa, tornou-se um ícone dos filmes de… Continuar lendo

Crítica – Eu,Olga Hepnarová (2016)

Louca e rebelde por justa causa ( com spoliers) Cinebiografia de Olga Hepnarová (Michalina Olszanska), uma jovem lésbica incompreendida pelos pais e com muita dificuldade de se relacionar. Na escola, sofreu bullying. Mais… Continuar lendo

Crítica- Aliados (2016)

Os novos Sr. e Sra. Smith Brad Pitt conheceu Angelina Jolie no set do filme Sr. & Sra. Smith, no qual interpretam dois espiões rivais que se apaixonam e acabam se casando na… Continuar lendo