Arquivo da Categoria: Críticas em 2017

Crítica – Lady Macbeth (2016)

A vingança transforma a vítima em réu    Adaptado de um conto do escritor russo Nikolai Leskov intitulado Lady Macbeth do Distrito de Mtzensk : nome e comportamento homônimo que se confundem com… Continuar lendo

Crítica – Afterimage (2016)

Adeus ao rebelde por trás da Cortina de Ferro   Um dos poucos cineastas a criticar duramente  regimes comunistas nos deixou ano passado aos 90 anos. Desde o nascimento Andrzej Wajda aspirou por… Continuar lendo

Crítica – João, o Maestro (2017)

O céu é o limite    Depois de levar as telonas a conturbada vida de Tim Maia o diretor Mauro Lima realiza outro grande trabalho biográfico ao nível dos premiados Whiplash e Brilhante… Continuar lendo

Crítica – O Estranho que Nós Amamos (2017)

Santas pecadoras   Corajosa e polêmica, a competente diretora Sofia Coppola contraria as feministas radicais nesse remake, ao inverter a perspectiva do longa original de 1971, que tinha como protagonista um combatente ferido… Continuar lendo

Crítica – O Reino Gelado: Fogo e Gelo (2016)

A vida imita a arte   O fim desta bela trilogia russa de animação começa com o casal de irmãos Kai e Gerda, idolatrados pelos trolls por terem derrotado a Rainha da Neve… Continuar lendo

Crítica – A Viagem de Fanny (2016)

Fanny e as meninas que enganaram nazistas   Depois de “Os Meninos Que Enganavam Nazistas”, que estreou semana passada, é a vez de um grupo de sete meninas francesas judias e um menino… Continuar lendo

Crítica – Planeta dos Macacos: A Guerra (2017)

Apocalipse Now : Holocausto e Aparteid disfarçado simbolizam a autodestruição da humanidade   Na mesma linha do longa anterior, o diretor do próximo filme solo do Batman, Matt Reeves, finaliza a trilogia do… Continuar lendo

Crítica – Os Meninos que Enganavam nazistas (2017)

O Fim da Infância: Abaixo os Nazistas   A fuga dos irmãos judeus Maurice (Batyste Fleurial) e Joseph (Dorian Le Clech) de Paris, nos primeiros 30 minutos, e seu interrogatório no quartel nazista,… Continuar lendo

Crítica – O Filme da Minha Vida (2017)

Amores e desilusões de um adolescente homem     A nova obra de arte de Selton Mello, depois de O Palhaço, foi tonalizada belissimamente em cores sépia por Walter Carvalho, o mesmo de… Continuar lendo

Crítica – Eva Não Dorme(2015)

Deixai Os Mortos Enterrar Os Seus Mortos   Em 1952, Evita Perón morre de câncer aos 33 anos e seu corpo é embalsamado. Três anos depois, o presidente Juan Domingo Perón sofre um… Continuar lendo