Arquivo da Categoria: Críticas em 2015

Crítica – Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017)

Os mil planetas e as infinitas dimensões Os quatro filmes mais importantes de Luc Besson, que esteve em São Paulo no dia 2 de agosto, trazem uma mensagem espiritualista ao público, priorizando a bondade… Continuar lendo

Crítica – Mente Criminosa (2015)

Amor Compulsório Jericho (Kevin Costner -ótimo)  é um mentecapto no corredor da morte que recebe ás pressas um implante no cérebro com as últimas memórias, segredos e habilidades de  Bill Pope (Ryan Reynolds)… Continuar lendo

Crítica – Macbeth: Ambição e Guerra (2015)

Cores e profecias da tragédia anunciada Macbeth: Ambição e Guerra é uma das melhores e mais fieis versões do  dramaturgo inglês para o cinema.Fiel a peça dentro do possível, usando todo o inglês arcaico do… Continuar lendo

Crítica – As Sufragistas (2015)

A vida pelo direito de votar Inspirado no movimento sufragista do final do século XIX e início do XX, na Inglaterra, o drama  retrata a vida de um grupo de mulheres que resistia à… Continuar lendo

Crítica – A Pequena Morte (2015)

Sinais do prazer Estórias paralelas sobre casais e pessoas solitárias com problemas sexuais.No entanto, só as duas últimas valem á pena assistir. Na primeira, a esposa  dá sumiço ao cachorrinho da casa  porque… Continuar lendo

Crítica – Victoria (2015)

Amor bandido  depois da balada Aplaudido no Festival de Berlim o longa dirigido por Sebastian Schipper  desenvolve um plano sequencia de 134 minutos sobre uma inexperiente jovem espanhola (Laia Costa) há 3 meses… Continuar lendo

Crítica – Star Wars – O Despertar da Força (2015)

A Força voltou… E não decepcionou! Lindo e emocionante, o Episódio VII conseguiu expandir o cânone cinematográfico de Star Wars tanto para o passado quanto para o futuro renovando dignamente a franquia e gerando… Continuar lendo

Prólogo : Star Wars – O Despertar da Força (2015)

O que é a Força ? Segundo Obi-Wan Kenobi: A Força  é uma espécie de  campo de energia criado por todas as coisas vivas que  nos cerca, nos penetra e mantém a galáxia… Continuar lendo

Crítica – Mia Madre (2014)

  Cuida , lava, passa, cozinha e ainda produz filmes. Mãe é tudo igual só muda de endereço: arruma a casa ,cria os filhos na infância ,  suporta-os na “aborrecência”  até ser amparada… Continuar lendo

Crítica – Garota Sombria Caminha Pela Noite (2014)

A Volta dos Vampiros Noir A coprodução iraniana e norte americana  em preto em branco nos remete aos primeiros clássicos noir da década de 30 a 60 isento de violência gratuita e excesso… Continuar lendo