Crítica – ThunderCats Roar! (2020)

ThunderCats Roar!

ThunderCats Roar! agride o espectador 

 Uma das mais queridas franquias dos anos 80 nunca teve um filme próprio e, para piorar, o remake de 2011 foi cancelado injustamente logo na primeira temporada. Essa nova versão esquecível com apenas 14 capítulos de 11 minutos, disponível no Cartoon Network dos Estados Unidos (em breve no Brasil), tende a seguir o mesmo caminho. Série animada boba para os fãs quarentões também não irá cativar as crianças por ser frenética demais. Os traços são feios e desproporcionais e agridem a vista e os ouvidos a todo momento. A sátira apressada sobre os primeiros episódios clássicos é complexa, mas ao mesmo tempo, infantilizada. Ao contrário do divertido “Os Jovens Titãs em Ação”, que foca apenas numa piada central e a desenvolve. Apesar de ótimas sacadas que capturam a essência dos personagens principais envolto na saudosa trilha sonora original, ThunderCats Roar! pode ofender os mais atentos e apaixonados e provocar indiferença nos mais novos e distraídos.

ThunderCats Roar! Animação. (EUA – 2020, 14 episódios de 11min). Nota: 1,5

Nota - 1,5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s