Crítica – Playmobil — O Filme (2019)

playmobil o filme.jpg 

Aventura através do tempo sem máquina do tempo

 Playmobil — O Filme, dirigido por Lino DiSalvo (que participou da CCXP) nos proporciona uma incrível viagem no tempo desde a pré-história passando pela mitologia nórdica e romana (em homenagem ao filme Gladiador) dominado pelo imperador Maximus. Mais tarde, munidos do animado tapete voador de Aladdin, mergulhamos na boca das Mil e Uma Noites a fim de encontrar os maiores agentes secretos frutos da Guerra fria até o futuro infinito que só a imaginação pode nos levar. A partir de uma premissa superinteressante ao estilo Jumanji, os dois órfãos Marla (Anya Taylor-Joy) e seu irmão mais novo, Charlie (Gabriel Bateman) adentram numa incrível jornada encantada e  musicalizada servindo de válvula de escape à dura realidade da qual fazem parte. 

 Playmobil — O Filme.Direção: Lino DiSalvo.  (Playmobil: The Movie, EUA/França, 2019, 99min). Livre.Nota: 4,5.

Nota - 4,5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s