Crítica – Invasão ao Serviço Secreto (2019)

invasão ao serviço secreto

O anjo do presidente não voa mais

 Após invadirem a olímpica Casa Branca e a terra da rainha britânica, Londres, a fim de matar o presidente americano, sem sucesso, os terroristas resolveram inverter a tática de dentro para fora incriminando seu anjo da guarda,Mike Banning (Gerard Butler), atualmente um pai de família casado. “Invasão ao Serviço Secreto” explora o lado político e a fascinante tecnologia dos drones, mas na prática, provoca pouca emoção por ser previsível e lento demais nas cenas ação, apesar do presidente agora ser interpretado por Morgan Freeman.

Invasão ao Serviço Secreto. Direção: Ric Roman Waugh. Ação (Angel has fallen,
EUA, 2019,121min).14 anos. Nota: 2,5.

Nota - 2,5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s