Crítica – A Música da Minha Vida (2018)

BLINDED BY THE LIGHT

Dividido entre o tradicional pai e o astro liberal Bruce Springsteen 

 

A Música da Minha Vida (Blinded By The Light) se passa no conturbado período oitentista de Ronald Reagan e Margaret Thatcher durante a invasão da União Soviética ao Afeganistão por um ano, tema recorrente de Watchmen e Rambo 3. Na trama, o jovem britânico Javed (Viveik Kalra) natural da cidade de Luton,  tenta se adaptar à cultura inglesa ainda preso às tradições paquistanesas da religião muçulmana influenciado pelo rigoroso pai trabalhador Malik ( Kulvinder Ghir) que se esforça em sustentar a casa . Baseado na vida do jornalista Sarfraz Manzoor que sonhava em ser poeta e conhecer a terra prometida do astro judeu Bruce Springsteen. Apaixonado por suas músicas, no entanto, Javed começa a criar uma perigosa dependência imediata ao ídolo, distanciando-se da família e dos amigos. O tema singelo de Sessão da Tarde é quase um musical de colégio composto pelo patriota Bruce Springsteen a exemplo de Mamma Mia!

A Música da Minha Vida.  Direção: Gurinder Chadha. Comédia Dramática. (Blinded By The Light,Reino Unido, 2018,118 min).12 anos.Nota: 3,0

Nota - 03

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s