Crítica – Peterloo (2018)

peterloo

O povo unido contra o Supremo Tribunal Federal Inglês

          Ao fim das Guerras Napoleônicas, em 1815, o Reino Unido passou a sofrer com períodos de carestia e desemprego crônico, exacerbados pela aprovação das chamadas Corn Laws (Leis dos Cereais) levando em 1819 mais de 100 mil pessoas descontentes às ruas de Manchester lideradas pelo excelente orador e ativista Henry Hunt (Rory Kinnear) exigindo reformas políticas, acima de tudo, o Sufrágio Universal e a volta do Habeas Corpus visando soltar inocentes presos por crimes famélicos. O Massacre de Peterloo só ficou conhecido mundialmente e virou filme 200 anos depois, graças a ampla cobertura da imprensa da época, inconformada com o desprezo da classe política pelo povo, especialmente os mascarados, travestidos de peruca e maquiagem do Supremo Tribunal Federal Inglês chamado Câmara dos Lordes em conluio ao alienado Príncipe Regente de Gales, Jorge. Interessante união entre a burguesia liberal, os revolucionários da luta armada e a classe trabalhadora analfabeta interessada em compreender os eloquentes discursos eruditos em oposição aos magistrados. Apesar desse nítido e saudável contraste, todos aprenderam a se unir por uma causa justa em comum. Um ponto muito importante que não pode ser confundido é o fato de Jesus ter sido chamado de reformador pelos revolucionários da luta armada. Na verdade, a reforma proposta pelo Mestre é íntima e não física e deve acontecer de dentro para fora. O templo de Jerusalém desmorona no ano 70 como Ele havia previsto e o Império Romano do Ocidente desmorona em 476 devido à ganância dos administradores, de dentro para fora.

Peterloo. Direção: Mike Leigh. Drama. (Reino Unido, 2018, 154 min). 14 anos.Nota: 4,0. 

Nota - 04

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s