A Viagem de Chihiro (2001)

chihiro-header

A melhor aventura de Hayao Miyazaki

    É evidente e incontestável que a obra prima do genial Hayao Miyazaki seja a melhor animação do inicio do século, seguramente uma das mais bem feitas de todos os tempos. Mais tarde, houve ainda duas magníficas produções: O Castelo Animado (2004) e Ponyo – Uma amizade que veio do mar (2008), contudo, esta é insuperável. A Viagem de Chihiro é tão brilhante ao ponto de ser comparada aos grandes clássicos da Disney do passado. Dentre as muitas semelhanças com os desenhos da turma do Mickey, o que mais chama nossa atenção é o fato de ser toda feita á lápis. Isso mesmo!É desenho que se desenha á moda antiga. É tal a perfeição dos movimentos de Chihiro, às vezes graciosos ao se vestir, às vezes desajeitados no caminhar, que nos dão a impressão de estarmos assistindo a desenvoltura de uma real atriz.

Na trama, a menina tímida e aflita está de mudança para uma nova cidade com os pais. Ao se perder no caminho, eles são obrigados a entrar num túnel misterioso como sendo o único meio de achar a saída.  Após cruzarem sob o tenebroso monumento, depara-se com uma cidade totalmente deserta. Esfomeados ao chegar, seus pais dirigem-se a barraca mais próxima, comendo, sem parar, as primeiras guloseimas que vêem pela frente. Surpreendentemente, durante aquela deliciosa refeição, transformam-se em gigantescos porcos, como num passe de mágica.  Por sua vez, a já mimada garota de 10 anos fica atônica ao presenciar tal cena grotesca. Mas agora ela precisa amadurecer rapidamente, pôr a cabeça no lugar, pelo fato de estar sozinha em uma terra mística, cheia de espíritos e criaturas mágicas. E é isso o que ela irá encontrar ao explorar o bairro, com mais calma, após o crepúsculo.

 Para sobreviver passa a trabalhar em uma casa de banhos administrada por uma bruxa má (Como no Mágico de Oz). A megera além controlar toda região, tem o feitiço que devolverá seus pais á forma humana.  Para concluir sua jornada Chihiro contará com a ajuda da bruxa boa, do bebê gigante, e o aprendiz Haku.Este gracioso jovem orienta nossa heroína durante toda a saga. Todavia, o personagem mais enigmático deste universo é a criatura denominada “Sem-Face’’. Ora malévolo quando provocado ora, bonzinho quando bem tratado. Transforma-se ao entrar naquele Spa, em uma horrenda criatura, entretanto, fora do estabelecimento, possui  a aparência e a bondade de um espírito angelical.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s