Crítica –  O Mistério do Gato Chinês (2017)

o-misterio-do-gato-chines

Onde a ilusão e a realidade se confundem…

 Durante a lendária dinastia Tang o poeta chinês Bai Letian (Huang Xuan) e o monge japonês Kûkai (Shôta Sometani) investigam o meticuloso gato-preto falante, assassino de específicos altos membros da Corte Imperial. Durante o processo, realidade e fantasia se misturam confundindo o espectador de propósito. O Mistério do Gato Chinês foi baseado em um dos contos de “O Conto de Genji”, o romance mais antigo do Japão sobre a vida de Yang Guifei (Kitty Zhang), a mais linda concubina e favorita de um dos imperadores, o que acabou destruindo a dinastia Tang. Ao observar a primeira camada temos um show de pirotecnia proporcionado por mágicos ilusionistas, aparentemente absurdo aos olhos dos pragmáticos de plantão em virtude do visual deslumbrante, incluindo o figurino da época. Já no ramo da psicologia, presente na segunda camada, é possível analisar diversos simbolismos milenares no tocante aos animais, no caso ,a espiritualidade da Garça (Grou), semelhante a da Fênix de origem egípcia, difundida na Arábia e na China, popularizada entre os greco-romanos. Já a notória adoração por gatos e toda sua simbologia se confunde com a história nipônica e, porque não, com a história de todo extremo oriente. Em oposição aos materialistas supersticiosos americanos que ainda fomentam a preconceituosa“celebração” da Sexta-Feira 13, propagando temor e violência aos inofensivos felinos. Não foi à toa a tradução em inglês Legend of the Demon Cat (A Lenda do Gato Demônio). Por fim, a última e mais profunda camada (espiritual) esclarece a bem intencionada metempsicose pitagórica, cujo objetivo era preestabelecer rigorosa punição com o intuito de amedrontar a massa ignorante, prevenindo futuros crimes hediondos de todo gênero. Ao contrário da sábia elite reencarnacionista que acreditava que a alma humana jamais retroagiria ao corpo de um animal. Para o Espiritismo existe verdade oculta nessa mitologia, já que esses transtornos conhecidos como Zoantropia e Licantropia provocados por espíritos obsessores podem induzir encarnados a um comportamento animalesco e transformar desencarnados em grotescas criaturas dignas de um filme de terror, modificando completamente o seu perispírito.

 O Mistério do Gato Chinês. Direção: Chen Kaige.Suspense. (Kûkai, China/Japão, 2017, 129min). 14 anos.Nota: 3,0.

Nota - 03

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s