Crítica – Graças a Deus (2019)

graças a deus

O que falta às pessoas não é força, e sim, vontade. (Victor Hugo)

  A tecnologia (internet) não humaniza a humanidade, apenas dificulta a ocultação da verdade. O mais difícil, no entanto, é ter força de vontade para dar o primeiro passo. Alexandre (Melvil Poupaud) é um católico fervoroso pai de família de 40 anos e 5 filhos que resolveu denunciar o padre da sua diocese por ter abusado dele sexualmente quando criança. Isso motivou a dezenas de outras vítimas gerando importantes matérias jornalísticas e a criação de uma competente associação. Graças a Deus, baseado em fatos reais, será visto por milhões de pessoas levando outras milhões a tomar coragem e denunciar padres pedófilos e bispos coniventes, independente de religião.

Graças a Deus. Direção: François Ozon. Drama. (Grâce à Dieu, França, Bélgica, 2019,137 min).14 anos. Nota: 3,5.

Nota - 3,5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s