Crítica – O Formidável (2017)

Cinema e ideologia não se misturam    Não foi à toa que, depois de dirigir A Chinesa (1967), a qualidade dos filmes do grande cineasta francês Jean-Luc Godard caiu drasticamente. No novo trabalho de Michel Hazanavicius, mesmo diretor de O Artista, ganhador de cinco Oscars, o arrogante diretor-personagem decide se dedicar ao então forte movimento […]

Leia mais Crítica – O Formidável (2017)