Internet – O Filme (Fillipo Capuzzi, 2017)

Caderno Jota

Finalmente aconteceu. Se tudo o que está no auge eventualmente chega aos cinemas, já era hora de o Youtube e seus Youtubers invadirem a telona com os dois pés na porta. Todos juntos. Num mesmo filme.

Apesar da promessa, “Internet – O Filme” não é tão apocalíptico quanto certas tentativas anteriores (alô, Kéfera!) e até consegue divertir, mas a tradição brasileira de ofender para fazer humor está ali, firme e forte. Gordos, gays, anões, idosos e mendigos continuam sendo motivo de piada, pelo simples ato de existirem. (E não será uma vingança no final que mudará isso.)

Idealizado por Rafinha Bastos e dirigido por Fillipo Capuzzi, o filme se passa numa convenção de web e conta sete histórias paralelas, protagonizadas por estrelas das redes sociais. Um acerto da produção foi colocar o elenco youtuber (e snapchatter) interpretando personagens fictícios, às vezes parecidos com suas personas da web…

Ver o post original 166 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s