Crítica – Baywatch (2017)

baywatch-1

Em clima de zoeira

    O longa dirigido por Seth Gordon – ao estilo ame ou odeie – é uma sátira escrachada do seriado mais assistido de todos os tempos sobre os salva-vidas mais sarados da Califórnia. Uma comédia pastelão que expõe os saudáveis exageros da valorosa profissão, e que só se torna chata quando tenta ser levada a sério. O carismático Dwayne Johnson leva novamente o filme nas costas, e o galã Zac Efron mostra que se encontrou definitivamente na carreira depois que aprendeu a tirar sarro de si próprio, fazendo piadas pra lá de pornográficas e muito criativas. A comédia adulta é a sua praia.(Baywatch, EUA, 2017, de Seth Gordon, Comédia, 117 min., 14 anos) Nota: 3,5.

 Nota - 3,5

 

Anúncios