Crítica – Uma dama de óculos escuros com uma arma no carro (2015)

468334.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Quem é esta garota?

          Uma secretária rouba o carro do chefe para visitar uma cidade litorânea. Ao chegar, mesmo jurando nunca ter estado lá, descobre que todos a conhecem, mas seu maior problema é quando um corpo aparece no porta-malas, transformando-a na
principal suspeita de um assassinato do qual nada sabe. A fogosa e descolada dama é uma mistura de Vivian Ward (personagem de Julia Roberts em Uma Linda Mulher) e Diana Prince (a Mulher-Maravilha dos anos 70). A modelo e atriz revelação Freya Mavor demonstra elegância no caminhar, e seu carisma entretém o espectador a fim de descobrir a causa dos estranhos lapsos de memória e flashes premonitórios. O problema está no desfecho mal resolvido e na fraca atuação dos inexpressivos personagens secundários. . Uma dama de óculos escuros com uma arma no carro. (La dame dans l’auto avec des lunettes et un fuzil, França, Bélgica, 2015), de Joann Sfar.95 min.14 anos. Nota 3,0.

Nota - 03

Anúncios