Crítica – Papa Francisco Conquistando Corações (2016)

473298.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

“É melhor ser ateu do que católico hipócrita”

  Frases sinceras como esta foram ditas pelo caridoso papa Francisco que, poucas horas depois de ganhar a
eleição do conclave em 2013, conquistou o público brasileiro ainda sob o impacto da derrota do concorrente Dom Odilo Scherer, que era favorito. Jorge Mario Bergoglio sempre foi um homem sociável, que abraça todas as pessoas por onde passa, gosta de andar a pé e usa apenas transporte público. Inspirado na vida singela de São Francisco de Assis, visita com frequência as comunidades pobres, joga sinuca e não esconde sua atração sexual pelas mulheres. É um papa do povo, que leva uma vida comum e se esforça ao máximo para seguir o Evangelho do Cristo.Papa Francisco, Conquistando Corações(Francisco, el padre Jorge, Espanha, Argentina, 2016), de Beda Docampo Feijóo.104 min.10 anos Nota 2.0.

 

 Nota - 02

Anúncios