Crítica – Marguerite & Julien: Um Amor Proibido (2016)

544209-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Tragédia Shakespeariana sem graça

Desde pequenos os irmãos Marguerite (Anaïs Demoustier) e Julien (Jérémie Elkaïm) são inseparáveis.Os dois formaram um elo forte e não conseguem esconder a paixão que sentem um pelo outro, despertando o repúdio da família e da sociedade aristocrática em pleno século XVIII.Um próspero conto de fadas introdutório narrado á crianças órfãs que se transforma em tragédia shakespeariana à  la Romeu e Julieta  baseado em fatos reais;ambientado em um cenário pós-moderno,mas confuso que mistura a Santa Inquisição cercada de helicópteros. Merecia ter ido direto para DVD. Marguerite & Julien: Um Amor Proibido (Marguerite et Julien, França, 2016), de Valérie Donzelli.Drama.105 min. Nota: 2,0.

Nota - 02

 

Anúncios