Atriz transgênero é elegível em categorias masculina e feminina no Oscar pela 1ª vez

Cinema, Oscar e Afins

kelly-mantle À direita, Kelly Mantle contracena com Andrew Lawrence na produção independente Confessions of a Womanizer (pic by ew.com)

A ACADEMIA PERMITIU A INSCRIÇÃO DUPLA
DE KELLY MANTLE

Apesar de ser considerada uma entidade mega conservadora, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (Oscar) às vezes se mostra um pouco mais maleável e decide quebrar regras. Pela primeira vez em seus 89 anos de existência, ela permitiu a inscrição de um transgênero em ambas as categorias de atuação (no caso, coadjuvante) masculina e feminina. Antes disso, era obrigatória a escolha de apenas um gênero.

A atriz em questão é Kelly Mantle, que ficou conhecida como uma candidata no reality show americano RuPaul’s Drag Race, e o filme é uma produção independente chamada Confessions of a Womanizer, dirigida por Miguel Ali, um americano com descendência paquistanesa/espanhola. Esta “dramédia”, que trata da amizade de um mulherengo com uma prostituta transsexual chamada Ginger (Kelly…

Ver o post original 588 mais palavras

Anúncios