Crítica- Pequeno Segredo (2016)

187039.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx.jpg

Oscar 2017 – Aquarius x Pequeno Segredo

Durante os 13 anos de administração do PT, nenhum filme brasileiro foi indicado ao Oscar, ao contrário da era FHC, quando tivemos duas indicações.Sejam ótimas ou péssimas escolhas – como a biografia do Lula –, fracassamos porque pensamos com a cabeça do brasileiro, e não do americano. Agora, sob a administração Temer, fizemos a escolha política de um filme inferior aos concorrentes – Aquarius, Chatô, Tudo Que Aprendemos Juntos, Mais Forte Que o Mundo, Nise e A Despedida –, mas que tem a cara e o estilo dos americanos, pois é falado e interpretado por dois atores estrangeiros. Além disso, o mar sempre fascinou os ianques. A trama sobre a primeira família brasileira a dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro, cuja filha adotiva teve uma vida precoce, é muito boa e acerta na parte técnica, mas tanto o roteiro quanto a direção tiveram falhas e não conseguiram pôr em prática as ideias apresentadas. É provável que Aquarius e Pequeno Segredo morram abraçados na praia.(Pequeno Segredo,Brasil, Nova Zelândia, 2016), de David Schurman.107 min.10 anos.Drama com Júlia Lemmertz,  Marcelo Antony , Maria Flor .Nota :2,5.

Nota - 2,5