Crítica – Anjos da Noite – Guerras de Sangue (2016)

Vampiros imortais fazem projeção astral  O quinto capítulo da eterna batalha entre vampiros e lobisomens (Lycans) não acrescenta muita coisa além de uma divertida briga em lindos e adequados cenários. Selene (Kate Beckinsale) continua vagando pelo submundo atrás da filha e do namorado Michael, desaparecido,enquanto traidores se infiltram nos dois clãs. O que torna interessante a […]

Leia mais Crítica – Anjos da Noite – Guerras de Sangue (2016)

Crítica – O Filho Eterno (2016)

Pelo amor ou pela dor Roberto (Marcos Veras) é um professor e escritor boêmio, amante de futebol, cujo filho nasceu com síndrome de Down durante a derrota do Brasil para a Itália na Copa de 1982, muito mais dolorida do que o 7 a 1 para a Alemanha em 2014, porque aquela seleção possuía um conjunto mais afinado que a imbatível seleção de […]

Leia mais Crítica – O Filho Eterno (2016)

Crítica – Ninguém Deseja a Noite (2015)

A primeira  aristocrata no  Polo Norte Se hoje é difícil sobreviver no Polo Norte, imagine no começo do século passado.Groenlândia, 1908. Josephine Peary (Juliette Binoche) é uma expedicionária que viaja ao Polo Norte em busca do marido desbravador. Acostumada a uma vida de luxo em Nova York, ela é obrigada a acampar durante quatro meses em um iglu devido às intensas […]

Leia mais Crítica – Ninguém Deseja a Noite (2015)

OS TEMPOS MODERNOS DE CHAPLIN: TRABALHO E ALIENAÇÃO NA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Publicado originalmente em Blog do Dario:
Sérgio A. M. Prieb*“Não sois máquina! Homens é que sois!” (Discurso de Charles Chaplin no final do filme “O grande ditador”) A origem da palavra trabalho tem sido comumente atribuída ao latim tripalium, instrumento de tortura utilizado para empalar prisioneiros de guerra e escravos fugídios. Assim, em sua própria…

Leia mais OS TEMPOS MODERNOS DE CHAPLIN: TRABALHO E ALIENAÇÃO NA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL

Filme brasileiro ‘A Despedida’ mostra dignidade e limites da velhice

Publicado originalmente em TURISMO ADAPTADO:
‘A Despedida’ Marcelo com Nelson Xavier e Juliana Paes foi exibido na Mostra Internacional de Cinema com recursos de acessibilidade Almirante (Nelson Xavier) tem 92 anos e as limitações que naturalmente vêm com a idade. Por isso, há muito tempo ele deixou de ir ver Morena (Juliana Paes), sua amante…

Leia mais Filme brasileiro ‘A Despedida’ mostra dignidade e limites da velhice

Cinema.Estreias da Semana.25.11.16

A Chegada Confira a crítica Quando seres interplanetários deixam marcas na Terra, a Dra. Louise Banks (Amy Adams), uma linguista especialista no assunto, é procurada por militares para traduzir os sinais e desvendar se os alienígenas representam uma ameaça ou não. No entanto, a resposta para todas as perguntas e mistérios pode ameaçar a vida […]

Leia mais Cinema.Estreias da Semana.25.11.16

Crítica – De Palma (2015)

Manual de como se deve dirigir um filme    Biografia do aclamado diretor Brian de Palma narrado integralmente por ele, grande parte inspirada no  mestre de suspense Alfred Hitchcock,especialmente nos clássicos Dublê de Corpo e Vestida para Matar. Em Carrie, A Estranha ele demonstra intimidade  com o  terror,já  em Intocáveis e  Scarface, o seu refinado talento […]

Leia mais Crítica – De Palma (2015)

Crítica – Rainha de Katwe (2016)

Jogar xadrez é alfabetizar-se  Existem várias histórias de campeões superdotados de xadrez, mas esta é a primeira vez que vemos uma menina analfabeta ser campeã do continente africano.Nascida no bairro de Katwe, o maior e mais pobre da periferia de Kampala, capital de Uganda, Phiona Mutesi (Madina Nalwanga) tem a capacidade inata de prever e memorizar até oito jogadas do adversário. Ela […]

Leia mais Crítica – Rainha de Katwe (2016)