Crítica – Meu Amigo, o Dragão (2016)

PETE'S DRAGON

Outro remake dispensável

O remake do clássico de 1977 apesar dos ótimos efeitos visuais característicos da Disney parece ter sido feito às pressas.O elenco de peso composto por Bryce Dallas Howard ,Robert Redford, Wes Bentley e Karl Urban atua como se fossem iniciantes , de forma convencional.A relação do órfão Pete (Oakes Fegley) com o dragão gigante  Elliot também é apressada e mal construída, sem muito apego emocional,  diferente do comovente longa anterior que mistura desenho animado com músicas alegres e divertidas para a criançada.Meu Amigo, o Dragão.(Pete’s Dragon, EUA, 2016), de David Lowery (Cala a Boca, Philip).Aventura. 103 min.10 anos.Nota :2,0.

Nota - 02