Crítica | Jessica Jones – 1ª temporada

Epifania Crítica

No inicio, quando a série Jessica Jones foi anunciada, pensei que a Netflix havia se arriscado muito apostando em uma série com uma personagem não tão conhecida pelo grande público ao contrario da sua série irmã Demolidor e da concorrente The Flash que já haviam tido suas versões anteriores nas telonas e telinhas, no entante conforme o material promocional começou a sair e quando finalmente a série chegou ao serviço percebi que a Netflix nunca se erra.

A primeira temporada não segue os mesmos passos de Demolidor, que mostra um vigilante lutando todas as noites para proteger sua cidade do perigo e que tenta ao mesmo tempo proteger sua identidade, na verdade a primeira temporada de Jessica Jones mostrou a personagem em uma jornada pessoal e profunda contra seus próprios demônios, no caso um demônio em particular: Kilgrave.

A série não é maçante ou chata nem por um segundo, pelo…

Ver o post original 424 mais palavras