Crítica | Arrow – 4ª Temporada

Epifania Crítica

Contém spoilers

Se formos pesar as temporadas de Arrow numa balança, as duas primeiras tiveram um saldo positivo. O que salvou a primeira temporada foi o fato de ela ser novidade, Oliver tinha um jeito diferente de agir e os episódios eram melhor estruturados. A segunda foi salva por Slade Wilson e o talento de Manu Bennet, a ressurreição de alguns personagens não foi totalmente bem aceita, além da de Sara que no fim das contas agradou.

Já as duas ultimas temporadas rolaram ladeira abaixo. As duas competiram o prêmio de pior vilão de todos (e a quarta ganhou). Roteiro mal estruturado, péssimas atuações, péssimas escolhas amorosas e pior ainda assassinar os personagens errados. Problemas surgiam e eram resolvidos magicamente, mais heróis surgiram e mais um spinoff saiu disso tudo.

arrow-s4ep12

Arrow costumava ser uma boa série. Até porque estamos falando do Arqueiro Verde, um personagem querido dos quadrinhos e…

Ver o post original 441 mais palavras