Crítica – Lembranças De Um Amor Eterno (2016)

539608-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Amor além-túmulo até  no Whatsup

Amy (Olga Kurylenko) é uma atraente dublê de filmes de ação que estuda Astrofísica na Universidade de  Edimburgo onde viveu  um   romance    secreto   com   o  renomado professor Dr. Ed Phoerum (Jeremy Irons) por seis anos até o  súbito falecimento dele. A partir dai ela começa a receber mensagens no celular e videos do falecido suspeitando ser uma fraude, alucinação ou paranormalidade.O agradável longa metragem é do mesmo diretor de Cinema Paradiso e do genial compositor Ennio Morricone. Lembranças De Um Amor Eterno.(La corrispondenza, Itália, 2016), de Giuseppe Tornatore . 116 min.12 anos.Nota :3,5. Nota - 3,5