Crítica – Nerve : Um Jogo Sem Regras (2016)

nerve-3

Espelho negro, insano e mortal

Jogo online, interativo e ilegal aonde os participantes são desafiados pelos observadores a tarefas insanas escolhidas pelos próprios seguidores e valando dinheiro proporcional . Quem aceitar o desafio e não puder cumpri-lo perde todo o dinheiro. A adaptação do livro homônimo de Jeanne Ryan é uma crítica social  a atual juventude maquiavélica,mas inocente,capaz de qualquer coisa para se tornar  popular na internet. Uma trama inovadora, muito mais interessante do que os recentes romances teen do cinema. Nerve – Um Jogo Sem Regras.(Nerve, EUA, 2016), de Henry Joost, Ariel Schulman .Suspense com Emma Roberts, Dave Franco, Juliette Lewis. 96 min. 12 anos Nota 3,5.

Nota - 3,5