Corpus Christi – A simbologia do pão e do Vinho

Corpus chisti 2016

Para os povos antigos que viviam da agricultura sem o conhecimento científico que temos hoje, segundo o jornalista e filósofo Herculano Pires em seu livro: O Espírito e o Tempo: “ O pão representava nos mistérios gregos a deusa Demeter, ou a Ceres para os romanos, mãe dos cereais . O vinho representava Baco ou Dionísio, deuses da alegria, da vida, e portanto do espírito. Comer o pão e beber o vinho era simbolizar a fecundação da matéria pelo poder do espírito. A matéria impregnada pelo poder do espírito era representada, nas cerimônias religiosas pagãs, pelo pão embebido de vinho. Quando os hebreus chegaram a Canaã encontraram essa prática entre os cananitas. Todo o horizonte agrícola se mostra dominado por essa simbologia mágica do pão e do vinho, de que o próprio Cristo se serviu, não para sujeitar os homens ao símbolo, mas para ilustrá -los através dele”.