Afinal o Número 13 traz Sorte ou Azar?

  sexta 13 parte III

O número 13 universalmente representa a morte.Para os povos materialistas como os romanos, judeus e norte americanos ele simboliza azar e destruição (acontecimentos naturais, cíclicos e inevitáveis). Todavia,o 13 faz parte da Sequência de Fibonacci ( chamada assinatura de Deus) marcando o fim do ciclo menstrual feminino e dos calendários lunares, incluindo o dos Maias. No dialeto falado ao norte da Índia, o número é pronunciado como tera, palavra utilizada para se referir a Deus. Como sabem, o número 13 era reverenciado por várias civilizações antigas; em nossa história recente, haviam 12 apóstolos e Jesus (Sananda) formando o 13º, como representante da energia divina. Para os Maias existem 13 fluxos ou portais de energia que se deslocam por nossa realidade na forma de frequências pulsantes. Segundo o site Somos todos um,eles se misturam e interagem uns com os outros ,responsáveis pela criação da matéria em nosso mundo tridimensional. O Calendário Maia desenvolve sutilmente nossa mente levando-a uma frequência mais elevada, que a torna telepática. Esta telepatia criará e modificará a matéria nos ligando a uma dimensão superior de realidade, na qual a comunicação acontece por meio de fluxo de energia.