Crítica – O Conto dos Contos (2015)

022655.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Lei de Talião até nos contos de fadas  

Três fábulas retiradas dos famosos contos de Giambattista presentes no livro Pentamerone,  dão origem a um mosaico da época barroca do século XVII na Itália.Lá, um rei adultero e narcisista(Vincent Cassel) pagará o preço com a mesma moeda.Outro rei(Toby Jones) fascinado por um animal peculiarmente estranho perderá sua única filha para um deformado ogro.Por Fim,uma rainha(Salma Hayek,) obcecada pelo desejo de ter filhos  terá  que cuidar de dois irmãos gêmeos inseparáveis: um legitimo e um bastardo.Apesar do desfecho infantil e sem interligação, a trama adulta acerta na escolha do elenco, no ritmo e no visual, misturando sexo , terror e fantasia – algo bastante incomum nas telonas hoje em dia.O Conto dos Contos (Il Racconto Dei Racconti, Itália, 2015), de Matteo Garrone (Gomorra).Èpico.125 min.Nota :3,5.Nota - 3,5