Crítica – Batman vs Superman – A Origem da Justiça (2016)

476976.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

A Trindade no alvorecer da Liga da Justiça

A espera terminou! Os três maiores heróis do planeta juntos nas telonas, finalmente.Considerando que o enredo apressado e parte do roteiro mal explicado é fruto de um fabuloso universo ainda em formação e que só os fans mais estudiosos entenderão agora, diria que o primeiro passo- e mais difícil- já foi dado, graças as inúmeras referências ás clássicas Hqs e as inesquecíveis animações de Bruce Timm.

478070.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Outrora um caipira tímido do interior, Superman (Henry Cavill) ainda não conseguiu lidar com o peso da responsabilidade de ser um deus do dia para a noite.Ao contrário do veterano Cavaleiro das Trevas de Frank Miller(Ben Affleck) após 20 anos vestido pelo manto do Morcego (o melhor Batman do cinema).Por fim,a mais agradável surpresa é sem dúvida  a aparição da Mulher-Maravilha(Gal Gadot) embelezando as grandiosas e coerentes cenas de ação do jeitinho que sonhávamos. O programa ideal para o feriado de Páscoa por um motivo muito especial, somente nos cinemas.Batman vs Superman – A Origem da Justiça.(Batman vs Superman: Dawn of Justice, EUA, 2016), de Zack Snyder.Fantasia .153 min.12 anos.Nota : 4,0.Nota - 04