Crítica – 2ª Temporada Demolidor – Parte I

12525571_1720957711473798_4489177249886597130_o

Trindade nem um pouco santa

A primeira metade dos 13 episódios da segunda temporada de Demolidor, liberada gentilmente á Gazeta de Pinheiros pela Netflix, conseguiu manter o alto nível da anterior e promete ser novamente uma das melhores séries de TV do ano.Na trama, a Cozinha do Inferno tornou-se um território anárquico após a prisão do Rei do Crime que dominava o local. Eis que surge então um perturbado Justiceiro (Jon Bernthal.) exterminando sumariamente os mafiosos irlandeses e a gangue de motoqueiros do bairro. Matt Murdock ,o Demolidor ( Charlie Cox ) tentará impedi- lo na pele do herói mascarado e defendê-lo como advogado de manhã com a ajuda dos colegas Karen Pege (Deborah Ann Woll) e Foggy Nelson (Elden Henson ). Simultaneamente,  sua antiga namorada de colégio  Elektra (Elodie Yung) retorna a cidade subtamente – a cliente ideal para salvar o escritório de advocacia da falência. Na verdade, Matt quer distância da ninja assassina , mas a sintonia entre os dois será inevitável para a formação da tão esperada trindade. A série estreia dia 18, somente na Netflix. Nota :5,0.Nota - 05