As imagens nos poemas de Cruz e Souza

Revista Literária CNSA

Maria Gabriela Freitas

Série: 2° ano

Turma: “A”

Figuras de linguagem são recursos usados no intuito de alcançar uma maior expressividade no texto, feitas através da linguagem de maneira diferente da usual, seja no que diz respeito ao sentido, à posição ou à combinação (SARMENTO, 2005). Subdividem-se em figuras de som (aliteração, assonância, paronomásia); figuras de construção (elipse, zeugma, polissíndeto, silepse, anacoluto, pleonasmo, anáfora); figuras de pensamento (antítese, ironia, eufemismo, hipérbole, prosopopeia) e figuras de palavras (metáfora, metonímia, catacrese, antonomásia, sinestesia).

As figuras de linguagem revelam muito da sensibilidade de quem as produz, traduzindo particularidades estilísticas do autor. A palavra empregada em sentido figurado, não denotativo, passa a pertencer a outro campo de significação, mais amplo e criativo.

Segundo Ferreira (apud FERRAZ, 2005), a importância em reconhecer figuras de linguagem está no fato de que tal conhecimento, além de nos auxiliar na compreensão dos textos literários, deixa-nos mais sensíveis…

Ver o post original 1.066 mais palavras