Cinema.Estreias da Semana.05.02.16

 05.02.16.jpg

De Lobo de Wall Street á Homem-lobo

Agora vai? O namoro de Leonardo DiCaprio em busca da estatueta mais cobiçada de Hollywood já dura mais de 20 anos somadas as cinco indicações desde a longínqua década de 90 quando era apenas um mero Aprendiz de Sonhador. Nos idos deste século amadureceu e acabou se formando em um fanático Aviador.Já na Africa primitiva, conheceu  terras sem lei em Diamante de Sangue; e as particulares do mundo ganancioso de O Lobo de Wall Street.

the-revenant

Falando em lobo agora em sentido literal, nesta trama  verídica, Hugh Glass (DiCaprio) é um explorador e comerciante ás margens e montanhas da região do Rio Missouri no ano aproximado de 1820 . Como um deficiente físico na maior parte do filme, ele rasteja em sua luta incessante pela sobrevivência contra os selvagens yanques usando todos os conhecimentos adquiridos em meio a densa floresta de Yellowstone – após ter os ossos das costas e da região das cordas vocais esmagados por um Urso que defendia legitimamente sua prole. Com 12 indicações ao Oscar o longa dirigido pelo competente Iñárritu traz toda beleza plastica, técnica e visual da região outrora dominada pelos índios  Arikara em incríveis planos- sequencia á exemplo do aclamado Birdman do mesmo diretor. Com Tom Hardy. O Regresso (The Revenant, EUA, 2016, de Alejandro Iñárritu. Drama.156 min.16 anos.Nota :4,0.

 Nota - 04


Travis Parker (Benjamin Walker) tem uma vida confortável, um bom emprego, amigos leais e uma casa em pequena cidade costeira. Ele busca diariamente viver plenamente e acredita que um relacionamento sério limitaria o seu estilo de vida. Isso até que Gabby Holland (Teresa Palmer) se muda para a casa ao lado. Mesmo que ela tenha um namorado, a moça o instiga logo de cara e faz com que os dois se entreguem a uma relação que nenhum deles esperava. Baseado em romance do autor Nicholas Sparks.A escolha (The choice, EUA, 2016), de Ross Katz.Rromance. 111 min.12 anos

066386.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Dilúvio sem chuva

A bela animação deixa claro que Noé foi um personagem simbólico e o Dilúvio provocado pelo soerguimento de montanhas, como aconteceu no México. Segundo A Gênese de Allan Kardec: “O que vem em apoio a esta opinião é a existência de um mar interior que se estendia outrora, do Mar Negro ao Oceano Boreal, confirmado por observações geológicas”. Com o desaparecimento do bondoso profeta quem passa a coordenar taxativamente o ingresso das especies á Arca é o Rei das Selvas, esquecendo-se dos peixes e dos estranhos Nestrians Dave e seu filho;uma aula comovente sobre a importância do trabalho em equipe por mais inútil que alguém possa parecer. Aqui se faz , aqui se paga. Epa! Cadê o Noé? (Ooops! Noah is Gone…, Alemanha, Bélgica, Luxemburgo, Irlanda, EUA, 2015), de Toby Genkel. Animação. 86 min.Livre. Nota :3,0

.Nota - 03

  

257636.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Melhores condições de vida aos mortos

O mais religioso e materialista dos povos- os judeus- priorizam seus dogmas, rituais sagrados e costumes acima de tudo na vida.Logo, a preparação do corpo para a morte (Sheol) inicia-se na maternidade. Mesmo após o falecimento a importância do cadáver se mantém, sendo proibido cremar ,embalsamar,mutilar ou se comunicar (necromância) com o morto. O longa favorito ao Oscar 2016 indicado pela Hungria questiona esta disciplina irredutível á ponto de um pai judeu (Géza Röhrig) confrontar militares alemães em pleno campo de extermínio de Auschwitz, durante a 2ª Guerra Mundial. O sacrifício tem por objetivo recuperar o corpo do falecido filho em meio a burocracia nazista, além de convencer um sacerdote judeu á recitar o ritual de despedida.Tudo isso filmado por uma câmera nervosa e em foco todo o tempo no rosto desesperado do protagonista. O Filho de Saul (Saul Fia, Hungria, 2015), de László Nemes. Drama. 107 min.14 anos Nota :4,0.    Nota - 04

008819.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

A volta do velho Robert De Niro de sempre 

Atuando em dois a três filmes por ano aos 72 anos De Niro não para nunca!Apesar de algumas escolhas erradas tem mostrado ultimamente o mesmo talento que o consagrou nos anos 70 e 80. Além disso, nos fez lembrar o peculiar sarcasmo e a ótima forma física do clássico vilão em  Cabo do Medo. Na trama interpreta o avô safado que impõe ao neto nubente (Zac Efron) um fim de semana de pura sacanagem nas praias sem lei de Miami.O velho Dick em plena forma resolve tirar o atraso, imediatamente após a morte da esposa.Comédia engraçadíssima, cheia de palavrões e imagens improprias para menores de 16 anos que as adultas vão adorar.Tirando o Atraso (Dirty Grandpa , EUA, 2015), de Dan Mazer (Borat).Comédia.102 min.16 anos. Nota :4,0.

Nota - 04

Tangerine_Crop

Tangerine – Crítica aqui

 Sin-Dee Rella, transexual e prostituta, retorna da prisão e descobre, através de sua melhor amiga Alexandra, e também trans, que está sendo traída pelo namorado e agenciador Chester. Sin-Dee parte então em busca de Chester e sua amante, a cisgênero Dinah. Sean Baker filma, munido apenas de um iPhone 5s, uma comédia-dramática natalina e revela uma Los Angeles diversa e melancólica.(Tangerine, EUA, 2016), de Sean Baker.Comédia dramática.86 min.16 anos.Nota : 3,0 Nota - 03