Crítica – O Clã (2015)

 

451948.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxPai pilantra e covarde

O Clã é o mais novo longa produzido pelos irmãos Agustín  e Pedro Almodóvar vencedores do Leão de Prata no Festival de Veneza.Além disso, foram  escolhidos pela Argentina para disputar o  Oscar 2016. Regina Casé e todo elenco do filme Que horas ela volta? que se cuidem se quisermos ganhar um Oscar ano que vem . Ambientado no início dos anos 80, época em que os hermanos viviam o fim de uma ditadura militar paralela a nossa, o mesmo regime nefasto que acobertava uma família de sequestradores notoriamente conhecida como os Puccio. Eles eram obrigados pelo patriarca(Guillermo Francella) a praticar habitualmente o mesmo crime organizado e  muito bem administrado com direito a cativeiro em sua própria casa.O esquema consistia em sequestrar  parentes dos amigos ricos mais próximos,garantia certa de  um farto resgate. Baseado em uma historia real.Nota :4,5Nota - 4,5