Crítica –  Creed: Nascido Para Lutar (2015)

370644.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Conhece-te a ti mesmo

Enquanto Batman já foi interpretado por diversos atores ,Rocky Balboa há exatos 40 anos é encarnado pelo insubstituível Sylvester Stallone confundindo-se as vezes com a realidade do ator.Diferente do vigoroso campeão do anos 70 Rocky adoeceu, prova de que o tempo não privilegia ninguém. No entanto, sua aposentadoria é interrompida quando Adonis (Michael B. Jordan), o filho desnaturado de Apollo Creed,  decidido a seguir os passos do pai, insiste relutantemente para o ex-campeão treiná-lo. Nos moldes de Rocky 6 , o novo longa de Ryan Coogler visto na CCXP investe no boxe ultrarrealista agregado a um roteiro para lá de nostálgico injetando fôlego á uma franquia que parecia estar morta . Vida longa a Rocky Balboa e a Sylvester Stallone principalmente.Nota :3,5Nota - 3,5