Crítica – Dois Homens Contra uma Cidade (2014)

530047.jpg-c_620_260_x-f_jpg-q_x-xxyxx 

A difícil arte de recomeçar

Numa cidadezinha do Novo México, William Garnet (Forest Whitaker) acaba de ser solto da prisão após cumprir 18 anos por ter assassinado o assistente do Xerife Bill Agati (Harvey Keitel). Ocorre que o mesmo Xerife ainda administra o lugar e fará de tudo para arruinar a sua vida. Todavia, ele contará com a ajuda de sua tutora enquanto estiver sob liberdade condicional, além  da recente  e bela namorada. A velha história do presidiário discriminado e humilhado pela sociedade e com fama de pavio curto que precisa se superar em todos os sentidos para reconquistar a confiança da comunidade ignorante. Vale o ingresso pela excelente atuação do bom moço Whitaker. Refilmagem do longa estrelado por Alain Delon de 1973 que concorreu ao Urso de Ouro no Festival de Berlim. Dois homens contra uma cidade (La Voie de l’ennemi, França, Bélgica, Argélia, EUA, 2014), de Rachid Bouchareb.( London River).Drama.120 min.14 anos.Nota :3,0.Nota - 03

593774.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 355808.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 352527.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 349558.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 334213.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 040338.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 035025.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 009556.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 005024.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx