Crítica – Dheepan – O Refúgio (2015)

577710.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxDo Inferno ao Purgatório

Para escapar da guerra civil no Sri Lanka, o melancólico Dheepan, a jovem independente Yalini – garota de personalidade forte e determinada – e a pequena e meiga Illayaal se fazem passar por uma sólida família  para tentar sobreviver em terras desconhecidas. Sem dominar o idioma local, vão morar em um projeto habitacional nos arredores de Paris. Deephan torna-se zelador e Yalini empregada doméstica de um idoso moribundo.Mesmo mal se conhecendo, tentam construir uma vida juntos.Dessa vez o governo francês faz o papel de mocinho auxiliando ao máximo os imigrantes, enquanto os gangsters vizinhos representam os bandidos instigando um iminente confronto com o gueto rival . Um filme criativo,dramático e empolgante sem ser piegas que acabou vencedor da Palma de Ouro em Cannes este ano. Dheepan – O refúgio(Dheepan), de Jacques Audiard,(Ferrugem e Osso) França, 2015.109 min.Nota :4,5.

Nota - 4,5

8d2d1c5f-a3ca-4b9d-b405-ca3a002b60ed.crop_678x357_0,0.resize_1200x630.format_jpeg.inline_yes 189010.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 212955.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 266983.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 470704.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 477267.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 477735.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx