Crítica – Terra de Ninguém (2015)

7507500-sicario-poster

Sicário – O Esquadrão da Morte moderno

Começou de vez a temporada do Oscar 2016 trazendo até março do ano que vem  filmes sérios e competentes como esse. Sicário (sicarius)  era outrora  um grupo extremista separatista de zelotas judeus, que tentaram expulsar os romanos e seus simpatizantes da Judeia usando adagas curtas, ou sicae  durante a destruição de Jerusalém em 70.Quase dois mil anos depois o termo foi convenientemente ressuscitado  autoapelidado por mercenários, que atuam contra cartéis de drogas rivais na fronteira do México com os EUA, noutra terra sem lei.A trama é sobre um promotor que teve sua família assassinada por traficantes e agora busca vingança nos moldes do “Justiceiro”- famoso personagem da Marvel,- só que amparado por uma força tarefa financiada pelo governo dos EUA.Dentre eles está uma pragmática  agente do FBI do Arizona, despreparada  contudo para atuar neste submundo infernal.Indicado á Palma de Ouro no Festival de Cannes 2015. Com Emily Blunt, Josh Brolin e Benício Del Toro. Sicario – Terra de Ninguém(Sicario, EUA, 2015), de Denis Villeneuve.( Os Suspeitos).Suspense.Drama.Ação.121 min.14 anos. Nota :4,5.Nota - 4,5

29BF980A00000578-0-image-a-13_1434645942241 1280x720-VkX 078338.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 105978.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 297303.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 301366.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 301991.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 354072.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 356728.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 554969.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx