Crítica – Lulu Nua e Crua (2013)

21050504_20131017160434595.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

A beleza do velho e do feio

A partir das primeiras cenas elucidando a mal sucedida entrevista de emprego, nota-se que Lulu (Karin Viard), uma mulher tímida, desorganizada e mal vestida não terá sucesso na vida que leva. Logo  decide radicalmente abandonar o marido e os filhos para viver em um camping ao lado de um velho hippie e seus amigos . Á primeira vista temos a impressão de que esta mulher de meia idade está transtornada ou é louca mesmo.Entretanto, com o tempo, descobrimos através de suas boas e caridosas intenções que “o buraco é mais embaixo”, sobretudo após ela ajudar diariamente uma solitária idosa já no fim da vida. Lulu nua e crua (Lulu femme nue, França, 2013), de Solveig Anspach.Comédia dramática.90 min.12 anos.Nota :4,0.Nota - 04

21050503_20131017160434313.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050505_20131017160434782.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050508_20131017160435298.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050509_20131017160435501.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050510_2013101716043572.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050511_20131017160435938.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx 21050512_20131017160436157.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx