Crítica – O Homem Duplicado 2013

homem

Análise com Spoiler

Um atrapalhado professor de História(Jake Gyllenhaal) encontra-se com um ator de cinema idêntico a ele em todos os sentidos.É o que a psicologia de Freud e Jung  chama de Sombra. A Sombra representa tudo àquilo que consideramos inferior em nossa personalidade e também aquilo que negligenciamos e nunca desenvolvemos em nós mesmos.Quando dominados, projetamos essas qualidades indesejáveis nos outros  sem  perceber. Nos sonhos, a Sombra frequentemente aparece como um animal repugnante ou qualquer outra figura de categoria mais baixa.

o homem duplicado3

No caso de Adam Bell  a paranoia é uma repulsa ás responsabilidades adquiridas após o recente casamento:  como mulher,filhos, em oposição a outrora vida de playboy que levava.A figura da mãe (Isabella Rossellini) simboliza o Dublo Vinculo, melhor explorado no análogo  Cisne Negro. Baseado no romance  homônimo de José Saramago.Com Mélanie Laurent( Bastardos Inglórios) e Sarah Gadon ( Cosmópolis) .O homem duplicado  (Enemy, Canadá / Espanha, 2013), de Denis Villeneuve( Os Suspeitos).Suspense.90 min.14 anos.Nota :4,0

 

Análise Minuciosa Cena por Cena :

 

4 estrelasestrela vazia

o homem duplicado6

o homem duplicado5

o homem duplicado4

o homem duplicado2

o homem duplicado

Anúncios