PROBLEMA CONTIGO

problema

Fugindo à mediunidade, muita gente acaba alegando:

– Não suporto o labirinto de opiniões.

– A divergência está em toda parte.

– É muita exigência.

– Tentei, mas não pude.

– Não sou cobaia.

– Agüente quem quiser.

– Não quero complicações.

– É luta demais.

E acrescenta:

– Deus não castiga. E não é por eu deixar a mediunidade que o mundo se tornará pior .

Sim, o Criador não condena as criaturas, mas corrige as criaturas desajustadas, por intermédio de suas leis.

Ele é a Sabedoria Infinita e determina, através da cultura, o erguimento da escola em socorro aos analfabetos, mas não arranca às trevas do espirito quantos se acomodam nas furnas da ignorância.

Ele é a Bondade Infinita e sugere, através da Ciência, a formação do remédio que alivie os doentes, mas não retira a moléstia de quem persiste no abuso.

Ele é o Amor Infinito e patrocina, através da solidariedade, a construção do manicômio em que se abriguem os alienados mentais, mas não suprime a loucura de quem se endividou no desequilibrio.

Ele é a Compaixão Infinita e estabelece, através do trabalho, os meios necessários à solução de todos os dissabores e obstáculos que se antepõem ao progresso e à tranqüilidade do homem, mas não afasta a dificuldade de quem se entrega à preguiça.

E assim que Ele, na Terra de hoje, promove, através da Doutrina Espirita, todos os recursos precisos a que te dediques, com êxito, à sagrada missão da mediunidade, em teu próprio favor, mas, se desertas da obrigação, o resultado de semelhante atitude é problema contigo.

Emmanuel – Seara dos médiuns