Projeto Hitchcock: Chantagem e Confissão (1929)

Nota - 4,5

Cine Análise

“O diálogo deveria ser apenas um som entre outros sons, apenas algo que sai
das bocas das pessoas cujos olhos contam a história em termos visuais” Alfred Hitchcock

Som. É impossível falar de Chantagem e Confissão sem abordar logo de cara esse aspecto cinematográfico que hoje é praticamente um parte inseparável do filme. O que devemos colocar na cabeça é o fato do filme ter sido lançado em 1929, sendo considerado o primeiro filme falado da Inglaterra. Portanto, Hitchcock tinha em suas mãos uma tarefa e tanto: liderar a transição inglesa do cinema mudo para o falado. E, como era de se esperar, o Mestre do Suspense foi pra lá de bem-sucedido nessa empreitada. Isso quer dizer alguma coisa, já que muitos cineastas não conseguiram se adaptar à nova tecnologia e suas carreiras chegaram ao fim. Um exemplo é o diretor de muitos dos primeiros filmes de Chaplin,

Ver o post original 793 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s