Carta para o meu carrasco

Durante um certo tempo, quando eu ainda habitava essa dimensão, Deus lhe concedeu o privilégio de desfrutar de minha  amizade, gratidão e carinho.

Porém você, como todo ser  limitado, e  que se diz superior aos animais, está e sempre permanecerá em um estágio que já foi superado até mesmo pelas bactérias, pois apesar de todo o desprezo que despertam, tem sua função e valor nesta nave desgovernada chamada Terra.

Um dia quando estiveres sózinho, jogado em um leito fétido, sem alguém até mesmo para lhe trazer um simples copo de água se lembrará de mim, do meu abanar de rabo e da festa que lhe fazia  quando chegava em casa, do meu focinho brilhando de felicidade por lhe ver, de meu olhar de gratidão quando me alimentava, e da segurança que eu lhe proporcionava em troca de alguns  agrados, que embora não fossem muitos, eram para mim uma demonstração de que você pelo menos era agradecido por ter a minha guarda.

Deus em sua grandiosidade lhe deu a chance de se tornar um humano melhor, e tentou lhe mostrar através de minha presença que mesmo seres menores e desprovidos de alma como você, podem evoluir. Foi lhe dada a chance de me amar, de ser amado, de admirar meu lindo pêlo brilhando ao sol, de espreitar meu sono tranquilo, de observar uma noite estrelada em minha companhia, sentir a brisa que aguçava meu olfato para além dos limites de sua propriedade e lhe assegurar um sono tranquilo enquanto vigiava sua casa.

Embora você tenha decidido que eu não mais merecia viver, serei eternamente lembrado. Gerei uma onda de revolta que tão cedo  será esquecida. Sim, eu um simples cão conseguiu despertar um sentimento que poucos humanos conseguiram.

Nos meus últimos dias fui extremamente amado, querido, paparicado, e pessoas que sequer me viram, diziam que estavam rezando por mim… me enviando energias boas para que eu pudesse faze-los celebrar um final feliz. Alguns já sonhavam até em me adotar e me dar uma vida de amor e dignidade. Mas Deus quis que eu partisse e deixasse muitos amigos por aqui que estarão lutando para que, aqueles que não são tão amáveis com meus semelhantes passem a cuidar melhor deles e a não maltratá-los.

Quanto a você…..assim como a minha morte chegou, a sua também chegará um dia, e tomara seja menos sofrida e cruel do que essa que me concedeu.

  Me tornei um anjo de luz….enquanto você… será apontado para sempre como o monstro, o covarde, o CARRASCO que me transformou em bandeira de luta para que outros não venham a ser mortos como eu fui.

Agora me despeço dos amigos que nunca conheci mas que espero um dia, quem sabe,  encontrar em outro plano e agradeço do fundo do meu coração de cão, todo o amor e carinho que me dedicaram em meus últimos dias.

    Assinado: LOBO    
  Autoria: Izolina Ribeiro